terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

OAB-Eunápolis solicita abertura de inquérito civil/criminal no caso da gestante no Hospital Regional

foto : Divulgação



A OAB, subseção de Eunápolis, divulgou nesta segunda-feira, 10/02, nota de repúdio e indignação, com o fato ocorrido na madrugada de domingo, (09/02), quando uma gestante, por falta de assistência médica, deu à luz na recepção do Hospital Regional de Eunápolis.
No documento, a instituição informa que solicitou ao Ministério Público Estadual e Federal, a abertura de inquérito civil/criminal para que se apurem as condutas de todos os envolvidos no trágico episódio.
Após a péssima repercussão do fato em toda a região, sendo inclusive matéria de jornais televisivos em toda a Bahia, a direção do hospital anunciou que já havia afastado os profissionais de plantão naquele dia, se isentando do ocorrido, quando, o certo, seria também ter colocado o seu cargo à disposição, devido à brutal e intolerável falha no atendimento, reconhecida e assumida pela unidade de saúde.
Veja abaixo a nota da OAB, na íntegra:




















Postagem anterior
Proxima
Postagens Relacionadas